Marcelio Leal

Indo num caminho que talvez não leve aonde se quer chegar…

Uma semana de processos de software

Posted by marcelioleal em agosto 30, 2007

Nessa semana tive uma série de eventos ligados à processos de software.
Primeiro tentei fazer o Curso de Introdução ao MPS.BR que está sendo ministrado hoje e amanhã pela M. Sc Tayana Uchôa Conte, que se formou aqui na UFPA também. Infelizmente fiquei impossibilitado de comparecer ao curso, mas fui informado por uma das responsáveis, Michelle Medeiros, que vai haver outro curso aqui em Belém ainda neste semestre. Este curso é pré-requisito para as certificações MPS.BR.

Posteriormente lendo o blog da Improve It vi um relato interessante sobre diferenças e experiências entre os modelos de processo ágeis e os mais tradicionais. Depois vi que haviam muitos destes relatos no ImproveCasts, os podcasts da Improve It. Recomendo muito tanto o blog, quanto os podcasts.

Minha experiência com processos é até interessante. Comecei na UFPA, nós não tinhamos processos(organizados ou definidos), mas com a supervisão do Professor Affonso Guedes e dos meus amigos Leonardo Gatti, Eduardo Guerra e Breno Barros, começamos a definir alguns processos que se aproximavam mais de processos ágeis e eram mais apropriados para os nossos projetos e nossa equipe. Tinhamos ótimos resultados, possivelmente foi a melhor equipe de que fiz parte.

Depois de passar por boa parte da informática da UFPA, fiquei responsável pelo desenvolvimento do Portal da Amazônia, projeto da UFPA, em uma segunda fase. Lá utilizamos XP, com suporte do XPWeb. Foi bem interessante essa experiência.

Em paralelo já fazia parte da Abstract, lá tentamos utilizar uma metodologia mais tradicional, mas não com muitas coisas definidas. A equipe era pequena, mas bem competente. Hoje vejo que uma metodologia ágil seria muito melhor.

Passei por outros lugares que não tinham processos definidos, mas cada equipe se organizava da maneira que lhe era conveniente.

No começo de 2006 fui para o SERPRO, lá as coisas eram muito bem documentadas, e estava num nível de organização que nunca tinha participado. Quando entrei a regional Belém já estava em busca do CMMI 3, utilizavamos um processo baseado no RUP, mas que ainda estava mais no CMM2, com ênfase em configuração, projeto e requisitos, e ainda muito imaturo na Engenharia(Análise, Projeto, Testes e Implementação). Após o meu período de trabalho lá(1 ano), o Processo SERPRO de Desenvolvimento de Soluções(PSDS) estava mais maduro nas atividades de Análise e Projeto, bom trabalho dos responsáveis pelo Processo.

Essa experiência com o SERPRO foi muito importante, um dia conto mais sobre o processo, e sobre ferramentas livres muito interessantes pra se automatizar processos deste tipo.

Hoje estou na ALEPA, como a equipe de desenvolvimento, praticamente, foi montada após a entrada dos novos concursados, tivemos a oportunidade de desenvolver nosso próprio processo de desenvolvimento. Já mudamos algumas atividades no decorrer do nosso projeto piloto, mas acho que estamos indo bem.

Abaixo dois diagramas fundamentais pra lugares “um pouco” sem o rumo.

Agora um claro exemplo onde a UML foi fundamental na especificação e modelagem do sistema.

Essas figuras foram tiradas da desciclopedia, um lugar muito estaile e interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: