Marcelio Leal

Indo num caminho que talvez não leve aonde se quer chegar…

Archive for setembro \25\UTC 2007

A SEPAI e o IV Echo PHP começam daqui a pouco

Posted by marcelioleal em setembro 25, 2007

A XXI Semana Paraense de informática começa daqui a menos de 24h.

Neste ano de 2007 a SEPAI vai ter 9 eventos, alguns em paralelo, durante 3 dias. O evento vai acontecer no CENTUR em Belém-PA.

Com destaque para:

  • IV ECHO PHP – Evento de Tecnologia PHP (Grupo PHP Pai D`Égua);
  • III Congresso Paraense de Software (Parasoft-Agente Softex/Pará);
  • IV BELJUNGLE – Evento de Tecnologia Java (Grupo Soujava Belém);
  • III Mundo Livre – Evento de Tecnologia Software Livre (Ausla);

Além destes teremos a programação do auditório principal com várias palestras e tutoriais.

O IV Echo PHP, organizado pelo grupo PHP Pai d’Égua, vai acontecer amanhã a partir das 8h. Nesse ano vamos ter vários temas interessantes, vale a pena conferir.

Banner do I Echo PHP

Vou participar de duas atividades durante a SEPAI. A primeira vai se uma palestra descontraída sobre controle e tratamento de erros em PHP. Ela está marcada para as 9h de amanhã no IV Echo PHP.

A outra atividade que vou participar é uma repetição de um dos pontos de maior expectativa do evento, a mesa de debates sobre Plataformas de Desenvolvimento.

O debate vai acontecer no dia 27(quinta) no auditório das 18-20h. Serei o mediador. O debatedores serão: Rogério Carvalho (.NET) – Adler Medrado (PHP) – Maurício Leal (Java)

Por fim, parabéns ao meu amigo Márcel Abreu pela coordenação do IV Echo PHP.

Nos encontramos lá.

Anúncios

Posted in eventos, php, Software Livre, Tecnologia | 2 Comments »

Resultado da primeira etapa do trekking

Posted by marcelioleal em setembro 19, 2007

A prova foi muito estaile, embora tenho sentido falta de uma prova especial.

O meu começo, como sempre, foi desastrado. Erramos a primeira entrada, ai quando enchergamos ela e fomos voltar eu fui querer dar uma de ninja e cai num pulo sensacional. 🙂


Francival, Deuzinei, Otávio e eu. – Os Parasitas

Mas a primeira parte da prova, até o primeiro PC, foi tranquila. Nós chegamos bem no tempo, mas não com a precisão que tinhamos planejado.

Até o segundo PC, também estavamos bem. Não perdemos muitos pontos, mas poderiamos ter perdido menos. Apenas um imprevisto, o tênis do Otávio foi se desmanchando e o Deuzinei pensou em desistir. O Francival amarrou solado do tênis com uns cipós que achamos, mas isso não durou muito e o tênis levou o farelo.

O Otávio, como sempre, foi guerreiro, logo o outro lado também se desmanchou e ele encarou a parada descalço.

O caminho até o terceiro PC foi longo, pegamos uma área aberta de mais de 1Km e nesse intervalo fomos calculando os tempos que ainda faltavam. Uma equipe, aparentemente iniciante, passou do nosso lado, ficou olhando e deve ter pensado que nós estavamos ficando meio malucos. 🙂

Eu propus que fizessemos esses cálculos que faltavam no neutro, já que não estávamos muito longe dele e teríamos 5 min pra fazer isso. Demos uma parada à distância do PC 3, pra chegarmos no tempo certo. Perdemos muito poucos pontos nesse PC e ficamos em primeiro nele.

Até ai, parecia tudo bem, estavamos tranquilos e teoricamente perto de um neutro, onde descansariamos e comeriamos. Erro nosso, não conseguimos achar o caminho, ficamos procurando um neutro com pessoas ou com alguma indicação, mas não havia nada. Ficamos perdidos por 20 min, mas finalmente achamos o caminho e fomos correndo até o PC 4, onde perdemos 1200 pontos, o máximo.

No PC 4 perguntaram o nome da nossa equipe, ai o Capitão Deuzinei, falou Parasitas. As brincadeiras foram inevitáveis pelos membros de outras equipes… 🙂


Galera rindo do nome de nossa equipe, isso no início. No fim, a história foi outra. 😀

Mas daí em diante, nossa equipe foi seguida pelo menos por mais umas 4 equipes durantes os próximos trechos até o fim. (Quem era parasita? heheheeh)

Até o PC 5, conseguimos nos distanciar e voltar a nossa regularidade bacana. Nós enchergamos rapidamente o caminho da volta e os próximos passos para o PC 5. Mas mesmo assim perdemos muitos pontos no PC 5, mas a nossa corrida nos economizou uns 400 pontos.

Do PC 5 para o PC 6 foi tranquilo, praticamente uma reta, neste ponto, encontramos mais 2 à 3 equipes. Mas nos adiantamo e perdemos pontos desnecessários.

Do PC 6 até a chegada, foi um trecho mais difícil, mas conseguimos achar o caminho rapidamente e não tivemos problemas. Mas chegamos adiantados também.

Ai foi só correr pra mesa de frutas e pra piscina.

Fomos a terceira equipe a chegar. E a quarta no resultado geral da etapa.

Considerando a pontuação da temporada passada a classificação é a seguinte:

1 – Mata Viva – 40 pts
2 – Inovação – 37 pts
3 – Sucuri-Impacto – 34 pts
4 – Parasitas – 32 pts
5 – Mete a Cara – 30 pts
6 – Dos Anjos – 28 pts
7 – TKD-dos Anjos – 26 pts
8 – Souza Cruz – 24 pts
9 – Puma – 22 pts

Agora, nossos objetivos mudaram. A idéia é terminar entre as três melhores equipes de trekking desta temporada.

Na próxima etapa não participarei, mas o pessoal vai detonar com certeza.

Você acredita na nossa equipe?

Pará – Sitas!!!!!!!

PS.:

Uma coisa ruim, foi o machucado da nossa ex-colega-de-equipe Andrea. Mas ela levou numa boa, eu acho, e já está pronta pras próximas provas. Ela está na categoria Race.

Mais fotos na galeria.

Posted in aventura, Esportes, trekking | 4 Comments »

Começa a temporada 2007 de Trekking

Posted by marcelioleal em setembro 14, 2007

Amanhã começa a temporada paraense de trekking 2007, organizada pela Kaluanã.

A nossa equipe, os Parasitas(Reloaded) está preparadíssima para esse desafio. E será composta nessa prova por:

  • Deuzinei Miranda(capitão)
  • Eu
  • Francisval SERPRO
  • Otávio Rodrigues(Charles Bronson)

Deuzinei Guga Boy

Da direita pra esquerda, Deuzinei, que não larga o colete nem em terra. Guga boy, fora da água num fim de semana. Eu, na ilha buraco.

O nosso amigo, e componente, Gustavo Carvalho, também faz parte da equipe, mas vai pra Salinas e não participará desta etapa, na próxima acho que ele me substituirá, pois não irei estar aqui em Belém.

Nós não tempos bons equipamentos.
Nós não temos o melhor dos preparos físicos.
Nós não sabemos utilizar muito bem a búlsula.
Nós não temos os melhores dos equipamentos.

Mas vontade e garra nós temos de sobra.

A primeira prova é em um lugar conhecido pra maioria da nossa equipe. Em Benevides, próximo a famosa cupuaçú curve, apenas à 20 e poucos quilometros de Belém.

O lugar é bem bacana, tem matas fechadas, mas particularmente achei que as trilhas são bem visíveis, tirando o começo. Mas como sou totalmente inexperiênte nessas ondas, não posso afirmar nada com certeza.

O mais louco do lugar é o rio, com aguás escuras e cheio de troncos não visíveis. Ou seja, nada de nadar muito rápido senão é farelo.

Nesta prova, possivelmente, serei o contador de passos. Venho me aperfeiçoando nesta função, embora goste mesmo é de Corrida de Aventura, mas a equipe preferiu o trekking e também ainda não tenho uma bike.

Enfim, muita onda, diversão, paisagens bonitas e desafios estailes.

Depois falo sobre como foi a prova.

PS.: Tenho atualizado pouco desde o último post, devido à alguns deadlines do mestrado, mas irei postar mais a partir da próxima semana.

Parasitas rules!!!!

Posted in aventura, Esportes, trekking | Leave a Comment »

Editores PHP para desenvolvedores

Posted by marcelioleal em setembro 3, 2007

Todo mundo procura um editor style pra desenvolver seu trabalho de forma otimizada, mas editor de código é igual arquitetura de sistema de informação, cada um teu seu preferido. 🙂

Primeiramente, devemos ter claro que o editor de código não é algo primordial para um bom desenvolvimento de software em PHP, já no Java é algo primordial. Há outros fatores que são bem mais importantes para maior qualidade e produtividade, como a escolha de bons frameworks, geradores de cógido e de artefatos, padrões, entre outros aspectos. Se hoje o editor é algo primordial em seu desenvolvimento PHP, repense seu processo de desenvolvimento, pois, ele não está atualizado, ou tem aspectos de desenvolvimento atrasados.

Acho que alguns aspectos são bem interessantes pra um editor PHP:

  • Project Manager;
  • Auto-completar de tag HTML, de preferência fechando as tags automaticamente, mas não sendo intrusivo;
  • Code Assist sobre as linguagens JavaScript, HTML e CSS;
  • PHP Syntax Check, Code Completion e Functions Hint;
  • Possibilidades de customização de templates;
  • Navegação entre os códigos PHP(Classes, métodos, includes,…);
  • PHP Debugger;
  • Integração com controles de versão, principalmente o SVN;

Difícilmente teremos editores livres com todas essas características, particularmente, ainda não achei. É bem mais difícil se desenvolver um editor realmente bom em PHP, por ser de tipagem dinâmica e não type-safe por padrão. Por isso é admirável o Zend Studio, que na minha opinião, é o melhor editor de código independente de linguagem.

No site PHP Editors temos uma lista dos principais editores PHP e uma descrição breve sobre suas funcionalidades.

Abaixo destaco alguns:

Tulip
Editor PHP desenvolvido em PHP-GTK pelo Pablo Dall’Oglio. Muito bom, muito leve e independente de plataforma. Não sei se ele será atualizado, já que a última versão, que tive acesso, foi lançada em 2005.

Quanta Plus
Um dos meus atuais editores PHP. Acho ele razoável, no meu Gnome ele é um pouco instável, mas no geral o achei bem melhor que os plugins do Eclipse.

PDT Project
O Projeto PHP Development Tolls promete, é apoiado por diversas empresas, inclusive a Zend. A versão 1.0 está prevista pra este mês. Utilizei por algum tempo, e não gostei muito. Na verdade, não gostei de desenvolver PHP no Eclipse, em todos os plugins que utilizei(PHP Eclipse, Xored Web Studio). Em geral, vão requerer memória considerável, e são bem grandes na instalação devido a reutilizarem outros plugins do própio Eclipse.

Zend Studio
É o melhor, mas é pago.

Komodo
Me parece ser interessante, prometo que vou testá-lo logo. É o preferido do ASF.

Dreamweaver
É bonito, vicia, é pago, acostuma mal e tá ficando mais pesado. Portanto quem quer usar mesmo assim tem que saber o que está fazendo e ter cuidado pra não gerar código excessivo e fora dos padrões, o que não deixaria feliz o meu amigo Karlisson.

Outros editores for Windows interessantes são:
PHP Expert Editor, TSWebEditor, Maguma Studio e o PHP Editor.

Não posso deixar de citar também o tradicional VIM, o qual foi representado por um bom tutorial ministrado pelo Luiz Sanches do grupo PHP Pai d’Égua no V FPSL.

Além disso não esqueça dos plugins Firebug e WebDeveloper do Firefox.

Pra designer a coisa é um pouco diferente, mas como essa não é minha área, alguém pode escrever outro post pra isso. 🙂

Enfim, fique a vontade e escolha o seu editor preferido.

Posted in E.S. - S.E., php, Software Livre | 35 Comments »

Programadores desanimados? desmotivados? sem vontade de cantar uma bela canção?

Posted by marcelioleal em setembro 3, 2007

Pow, achei muito engraçada essa frase que li no blog fechaTag(baseado no grande Joseph Climber). Ela faz referência ao Workshop Visie.

Então posso adicionar algumas dicas pra melhorar a vida dos programadores…

ClassGenerator

Como eu, o Class, também ficou parado de publicações na Web, mas agora vamos voltar juntos 🙂

Há outras alternativas interessantes pra todas as tecnologias como: Grails, Ruby on Rails, etc.

As vezes o negócio é mudar de linguagem mesmo. Neste caso você pode pensar em Whitespace, Brainfuck, Befung, Shakespeare, …

Posted in comédia, E.S. - S.E., php, Software Livre | Leave a Comment »

Comparação de sintaxes básicas em PHP X Phyton X Smalltalk X Java

Posted by marcelioleal em setembro 3, 2007

Tudo começou no blog batteries not included com o post sobre Smalltalk X Java. Neste post são apresentados trechos de códigos básicos nas linguagens Java e Smalltalk, fazendo um comparativo entre as vantagens das sintaxes entre as linguagens. O resultado ficou subjetivo, mas com leve vantagem para a sintaxe do Smalltalk, embora os exemplos em Java pudessem ser melhorados, conforme foi descrito nos comentários.

Depois o negócio foi pro Fecha Tag, por sinal um belo blog. Lá o autor escreveu um post com os exemplos em Phyton.

Os exemplos comparados foram:

  • Fatorial
  • Listar números de 0 à 10
  • Imprimir Colections
  • Mostrar pares e ímpares entre 1 e 10
  • Invocar métodos via Reflection

Nas comparações feitas entre o Smalltalk(vencedor do primeiro confronto) e o Phyton, ficam as minhas seguintes conclusões:

  • As implementações são bastantes parecidas
  • A simplicidade do Phyton é um pouco superior e elegante
  • Em Smalltak Reflection é muito style

Nos comentários do fecha tag o leitor Fábio implementa os exemplos em PHP, abaixo transcrevo os códigos com uma modificação no fatorial.
FATORIAL

function factorial($n) {
if($n >0) return $n*factorial($n-1);
elseif($n ==0) return 1;
else return 0;
}

ou

function factorial($n) {
return ($n > 0)?$n*factorial($n-1):(($n==0)?1:0);
}

Listar Números
foreach(range(0, 10) as $n)
print $n;

Collections
$l = array (‘Em PHP,’,’chamamos as’,’collections’,’de “arrays”‘,);
echo implode($l, “\n”);

ODD/EVEN
foreach(range(0, 10) as $n)
echo (1 & $n) ? “$n is odd, ” : “$n is even, “;

Reflection
$o = new ReflectionClass(‘MyClass’);
$o->newInstance()->showMessage();

Um dia desses conversando com o meu amigo Antonio Fonseca sobre linguagens, mais especificamente sobre Phyton e sua simplicidade e elegância. Sem dúvida Phyton é simples e elegante, mas esses fatores não colocam essa linguagem acima do PHP ou do Ruby, pois cada linguagem tem seu principal ramo de aplicação trazendo a tona os seus principais benefícios e simplicidades.

Com estas implementações fica claro que em termos de simplicidade, Phyton e PHP se equivalem. Talvez em estilo alguns gostem mais de uma ou outra linguagem. Particularmente, existem pontos da sintaxe melhor em uma ou outra linguagem, o que, na minha opinião, as deixam num mesmo patamar.

Mas ainda vou fazer duas camisas com essas frases abaixo, só pra descrontrair:

“Toda Linguagem decente tem ;”

“Toda variável é String até que se prove o contrário”

Posted in E.S. - S.E., php | 4 Comments »